Setor cafeeiro é beneficiado com aprovação de redução de taxa de juros

Agronegócio

01 de setembro de 2020 13:00

Brasil 61


Relacionadas

Consumo de trigo sobe 15% durante pandemia

Governo zera tarifa de importação para soja e milho

VBP passa de R$ 1 bilhão em nove cidades do Paraná

Boletim agropecuário registra avanço no plantio de milho
Estudo da Agricultura mostra cenário do mercado do leite
Brasil deve bater novo recorde na safra de grãos 2020/21
Municípios da região lideram produção agropecuária
Essa redução será percebida nas operações de custeio, comercialização e Financiamento para Aquisição de Café (Fac) para cooperativas. Foto: Reprodução/Brasil 61
PUBLICIDADE

Os novos valores das taxas de juros para o setor foram aprovados em reunião do Conselho Monetário Nacional

A proposta havia sido encaminhada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O setor cafeeiro do Brasil é beneficiado com aprovação de redução de taxa de juros. Isso porque essas taxas, referentes ao Fundo de Defesa da Economia Cafeeira sofreram quedas e passam de 6% ao ano para 5,25%. 

Essa redução será percebida nas operações de custeio, comercialização e Financiamento para Aquisição de Café (Fac) para cooperativas; de 7,5% para 6,75% para capital de giro para indústrias e FAC para demais tomadores.

Os novos valores das taxas de juros para o setor foram aprovados em reunião do Conselho Monetário Nacional. A proposta havia sido encaminhada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A redução foi linear em 0,75 pontos percentuais, inclusive na remuneração do Fundo.

Outra medida aprovada pelo CMN foi a redução das taxas de juros dos créditos de custeio e investimento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A baixa foi de 4% para 2,75%, para agricultores familiares prejudicados por vendavais, independentemente da sua atividade produtiva.

PUBLICIDADE

Recomendados