Matheus Costa quer união de forças para arrancar na Série B

Esporte

21 de outubro de 2020 22:01

Andre Bida


Relacionadas

Operário traz um ponto após empatar com o Brasil-RS

Operário tem três retornos para duelo contra o Brasil

CSA derrota Ponte Preta e fica a três pontos do G4 da Série B

Lei do ex: Rony lidera vitória do Palmeiras sobre Athletico-PR
São Paulo vence Bahia e encosta no Atlético-MG
Série C tem classificações, goleadas e rebaixamento
Hamilton vence no Bahrein em corrida marcada por acidente
Considerado um treinador jovem, Matheus tem forte currículo e passagens vitoriosas por clubes da Série B Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Considerado um treinador jovem, Matheus tem forte currículo e passagens vitoriosas por clubes da Série B

Após quatro anos e meio, a diretoria do Operário Ferroviário anunciou a demissão do técnico Gerson Gusmão, no início da madrugada desta quarta-feira (21). Em menos de 12 horas, a direção alvinegra definiu o substituto para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B.

Apesar da pouca idade, ele já tem uma conquista importante e que deve ser usada para credenciá-lo ao cargo no Alvinegro. Em 2017, ele foi o treinador que levou o Paraná Clube ao acesso para a Série A após uma década. Naquela campanha, ele foi auxiliar de Wagner Lopes, Cristian de Souza e Lisca, sendo que o último foi demitido em setembro daquele ano. A partir dali, Costa levou o Tricolor paranaense ao acesso e foi demitido no início do ano seguinte porque a diretoria paranista queria alguém com mais experiência.

Neste ano, Matheus Costa também treinou o Confiança-SE, adversário do Fantasma na Série B, onde conquistou o título de Campeão Sergipano e fez a melhor campanha da história do clube na Copa do Nordeste. Recentemente, Matheus, estava no Paysandu, onde trabalhou por apenas 29 dias.

"Estou muito feliz com o convite do Operário, um clube de tradição e história do estado do Paraná. Tem uma torcida que participou ativamente de todas as conquistas recentes do Clube e espero contar com o apoio de todos para atingirmos nossos objetivos", disse o novo treinador do Operário em sua conta pessoal nas redes sociais.

LEIA TAMBÉM: Gusmão se despede do Operário: 'Grato por tudo'

Junto com o técnico, integra a comissão técnica o preparador físico Rodolfo Mehl, que também estava no Paysandu e tem passagens por Athletico, Coritiba, Paraná, Fortaleza, Goiás, Cruzeiro, Fluminense, Atlético-MG, Botafogo, Santos e Cerezo Osaka do Japão.

Os novos membros da comissão técnica do Operário se apresentam na manhã desta quinta-feira (22). Matheus Costa conversa com a imprensa em coletiva as 10 horas e ainda comanda o primeiro treino na cidade antes de viajar com a equipe para Chapecó.

Na sexta-feira (23), o alvinegro de Vila Oficinas enfrenta a Chapecoense pela 18ª rodada da Série B, às 21h30, na Arena Condá. O time catarinense tem 33 pontos e vem motivado para o jogo, após uma goleada por 5 a 0 diante da Ponte Preta.

Casos de Covid mudam cenário

O Operário passou a conviver nos últimos dias com desfalques de atletas infectados pelo Coronavírus, o que pode afetar nas opções para o novo técnico do Fantasma. Na última semana foram confirmados casos da Covid-19 em Tomas Bastos, Rafael Chorão, Fabio e Rodrigo Viana. Momentos antes da partida desta terça-feira, Reniê, Mazinho, Cristhian Aguada, Jimenez e Schumacher também testaram positivo e não entram na relação de atletas disponíveis para a partida contra a Chape na sexta-feira.

PUBLICIDADE

Recomendados