Elizabeth quer simplificar abertura de empresas em PG

Ponta Grossa

21 de outubro de 2020 20:30

Afonso Verner


Relacionadas

Comércio de PG amplia as vendas em setembro

Indefinição impede acerto do horário especial de Natal

Pesquisadores da UEPG entre os melhores do mundo

Barbearia Santiago inova e amplia a oferta de serviços
Rede São Camilo arrecada alimentos no 'Natal Solidário'
Empresária da 'Car'la Wash' recebe prêmio da Fecomércio
Click Odontologia inicia plantão de atendimento aos sábados
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Candidata do PSD destaca importância de incentivo aos empreendedores para geração de renda e emprego  

O crescimento de Ponta Grossa nos últimos anos pode ser medido pela atração de novas indústrias e empresas, mas também a abertura de novos negócios, principalmente os pequenos empreendimentos e negócios autônomos. Com trabalho realizado pela Sala do Empreendedor, um dos braços da Coordenadoria de Fomento ao Empreendedorismo e Inovação, vinculada à Secretaria Municipal da Fazenda, o número de Microempreendedores Individuais (MEIs) passou de 3 mil para cerca de 20 mil. Para incentivar e estimular a abertura de novos negócios na cidade, a candidata Professora Elizabeth (PSD) vai simplificar e desburocratizar a abertura de empresas com a criação do Balcão Online do Empreendedor.

“Conseguimos simplificar diversos processos nos últimos anos, como a implantação do Alvará Online e a Lei da Liberdade Econômica, mas podemos avançar ainda mais. Com o balcão online do empreendedor, vamos permitir que empresas sejam abertas rapidamente, sem a necessidade de ir até a Prefeitura, apenas por dispositivos eletrônicos, como computador ou smartphone. Além disso, as empresas abertas através do Balcão Online ainda ganharão uma hospedagem de site para divulgar seus serviços e produtos sem qualquer custo”, detalha professora Elizabeth.

O trabalho realizado pela Sala do Empreendedor, com o vetor da inovação em fortalecimento, já vem facilitando os acessos através de serviços digitais, com uma plataforma que agrega serviços que facilitam o dia a dia do empresário, diminuindo a distância entre os empreendedores e soluções como emissão de guias, tutoriais sobre serviços, informações sobre formalização, entre outros: a Sala Digital.

Com a regulamentação da Lei da Liberdade Econômica, a Prefeitura de Ponta Grossa dispensou a necessidade de alvará de funcionamento 462 atividades econômicas, que representam 60% das solicitações de alvará no Município.

As informações são da assessoria. 

PUBLICIDADE

Recomendados